terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Conserve seu biquini



Um bom biquíni pode - e deve - durar mais que um verão. Para isso, alguns cuidados precisam ser tomados. Anote algumas dicas para cuidar dos seus e fazer bonito na areia:

Evite o contato da peça com produtos cosméticos (cremes, óleos, bronzeadores) e produtos químicos em geral.

O contato da peça com áreas abrasivas, como a areia e as pedras que circundam piscinas, também deve ser evitado, para que os fios de poliamida não estraguem.

O cloro agride o elastano, prejuidicando a fibra e assim, diminuindo sua elasticidade. Por isso, quando for passar o dia todo na piscina, prefira um modelo mais velinho.

Logo depois da praia ou da piscina, lave o seu biquíni em água fria, à mão e com sabão neutro. Jamais deixe de molho e torça.

Guardar a peça molhada é proibido. Deixe secar naturalmente, mas sempre à sombra, já que o sol desgasta a cor do elastano.

Um local arejado é o melhor abrigo para os seus biquínis, que deve voltar para embalagem plástica antes de ser guardado.



sexta-feira, 15 de janeiro de 2010


Desenho By GabiNabas




Design de moda:
um projeto de coleção

Quando um estilista olha um prédio, uma escultura, uma obra de arte ou um objeto do dia
a dia, ele se inspira. A inspiração é única ao seu olhar e ele pode transformar aquilo no que
quiser. Como? Através da criação de um projeto, chamado de coleção.
A graça de criar uma coleção está em fazer toda uma pesquisa, unir conhecimentos empíricos
e transformar tudo o que a criatividade permitir. É assim que funciona, na maioria das
vezes. Cada um tem um jeito de ter ideias, mas sem ter uma visão global é difícil criar uma
moda de verdade.
A qualidade da moda está em absorver hoje e sempre o que acontece na sociedade. Sempre
foi assim. O homem sentiu frio e precisou se proteger. A mulher precisou ir trabalhar na
ausência do marido, do pai ou do irmão, que estavam em guerra. Jovens dos anos 70 queimaram
sutiens e instigaram uma nova silhueta. A moda depende muito do que nós fazemos
e precisamos e para desempenhar da melhor forma seu papel não basta apenas vestir. A
moda não tem esse papel. Ela se comunica e se une a outras atividades para crescer cada
vez mais.
Integrar o design e a moda é o que o mercado atual pede. Não se pode mais querer viver
num mundo próprio de criação sem pesquisa, sem pensar no todo. Somos dependentes da
internet e de tudo que ela nos oferece. Lemos revistas e jornais e juntamos várias informações.
Mas a melhor ideia pode surgir de um simples parafuso, para criar uma calça, por
exemplo.
O design que conhecemos atualmente é uma atividade nova, se comparada à moda. Surgiu,
para muitos, da produção seriada e unifica vários campos para conceituar os melhores
produtos, sejam impressos, sejam objetos. O design traz com ele toda a metodologia de
produção e conceitos únicos, que são essenciais para se prevalecer no mercado. Para entender
melhor: hoje, devemos pensar em design de moda e não mais em estilismo. Design de
moda é algo muito mais amplo, que unifica duas áreas distintas, mas muito próximas que
dependem uma da outra. Quando o estilista, que teve a inspiração logo que viu o prédio e
um banco na frente deste, começar a criar a sua coleção, ele não vai poder pensar somente
na roupa, na sua costura. Ele terá de buscar meios para que suas ideias apareçam na coleção
e só sendo um designer de moda ele conseguirá fazer isso: agregar formas nada convencionais
a nossa moda.
Hoje todo mundo quer design. Ninguém mais quer uma moda solitária, sem inovação, sem
criatividade. O design oferece à moda este suporte, através de metodologias, seja uma moda
de passarela, seja uma moda para o mercado. A importância do design para a sociedade é
extrema e poucas pessoas sabem disso. Sem design não teríamos um lápis para desenhar,
um caderno para fazer croquis, máquinas para costurar, ergonomia para fazer modelagens,
revistas para divulgar uma moda que cresce junto com o design a cada dia.
(Texto retirado da revista-texfair-09.)


Desenho By GabiNabas